O QUE É TENTAÇÃO?

 

Assunto: Tentação é tudo aquilo que pode fazer mal, prejudicar a pessoa ou o seu caráter.

Foi isso que Lúcifer praticou para roubar o bem maior da Criação de Deus, os seres humanos, com sua imagem e semelhança, alma, e espírito, com sabedoria e inteligência.

Os anjos foram feitos servos, não tendo corpo físico, carne e sangue são espíritos e não poderiam multiplicar e nem encher a Terra.

Marcos. 12:25 – Porquanto, quando ressuscitarem dentre os mortos, nem casarão, nem se darão em casamento, mas serão como os anjos que estão nos céus.

Portanto, Satanás não pode reinar sem os seres humanos na Terra. Os  anjos caídos pela rebelião de Lúcifer (demônios) precisam de corpos físicos, de carne e sangue, para praticar o reino da maldade. O homem e a mulher são seus emissários nesta Terra.

Tiago. 1:12 – Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem.

Como dissemos em outros estudos que, ser tentado não é pecado, mas a prática, o ato, o pensamento dá asas ao pecado, enche o coração de desejos pecaminosos.

Não é porque a Palavra diz que é bem -aventurado passar por várias tentações para depois de ser aprovado, ganhar a Coroa de Glória. Devemos enfrentar a tentação? Não!!!  Mil vezes não!!!

A Palavra de Deus nos adverte: para fugir da tentação, para não pecar.

Fugi das tentações também não é um ato de covardia, mas de prudência e sabedoria, sempre vigiando para não se envolver com a tentação.

No caso de resistir a tentação, deve-se conservar um espírito fortalecido com orações a Deus, agradecimentos e súplicas ao Senhor Jesus Cristo, para que se fortaleça na Graça e no Espírito. Não somente ouvintes da Palavra, que nos alerta, mas sejamos perseverantes e confiantes na Palavra de Deus.

Pois aqueles que duvidam da Palavra, tentam a Deus. Por causa da incredulidade do homem, muitos morreram no deserto.

Apocalipse. 3:10 – Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.

A fé é a confiança que depositamos na Palavra de Deus. Confiando dignamente, ser leal, honrado e seguro. Isto é qualidade da fidelidade permanente sem mudança na mente. Mesmo enfrentando perseguições e provações temos que sermos fieis ao Senhor.

Perseverante: Paciente, aqueles que sofrem dores físicas e morais, enfermidades na carne, e ofensas à nossa dignidade, e lealdade.

Jó. 1:8 – E disse o SENHOR a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal.

Por tudo que Jô sofreu na carne não sabia que estava na mão de Satanás, não pecou, teve paciência com seus amigos que eram usados pelo inimigo, que lhes ofendia moralmente, e mais pela sua lealdade para com Deus perdoando as ofensas de seus amigos.

2Pedro. 2:7,8- E livrou o justo Ló,(Sobrinho de Abraão) enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis (de Sodoma e Gomorra). Porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, vendo e ouvindo sobre as suas obras injustas.

Não blasfemar, nem ofender a santidade, a dignidade, a honra e o poder do seu Criador. Passando pela prova e mostrando-se autêntico e fidedígno em sua fé em Deus.

O que é Provação?

Prova: um teste da nossa intenção ou sentimento para com Deus, um ato de provar nossa fidelidade.

O crente fiel deve enfrentar estas provas com alegria na alma.

Tiago. 1:2 – Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações;

Para que servem estas provações?

Romanos. 5:3,4,5 – E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

Reconhecer a nossa firme dedicação em nossos relacionamentos perfeitos e corretos para com Ele. Para crescermos espiritualmente na fé, amadurecermos na esperança, para nos capacitarmos a olhar além dos nossos problemas presentes, tudo aquilo que o Senhor Jesus, pela sua graça, nos tem guardado para nos presentearmos através do Espírito Santo.

Deus abençoe a todos.

 
 

A IMPORTÂNCIA DO PERDÃO.

Mateus. 6:12- E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores…Como o perdão é importante na vida do ser humano. O perdão é um dos maiores mandamentos da Palavra de Deus, e anda de mãos dadas com o amor verdadeiro. Por mais dura que seja a maldade e a ingratidão do ser humano, devemos sempre perdoar uns aos outros.

Mateus. 6: 14,15- Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.

É o que Deus requer de seus filhos, que vivam em perfeita união.
Comparamos o perdão desta parábola:

Mateus. 18: 32,33,34,35- Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste. Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti?
E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia. Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.

Jesus Cristo nos perdoou quando nos convertemos a Ele, e devemos assim fazer para com todos igualmente.

Por isso vos rogo que confirmeis para com Ele o vosso amor. ( Porque quem ama perdoa). Palavra de Paulo: (2 Coríntios.2:8,9)

O Senhor Jesus, se entregou em nosso lugar na cruz para que o nossos pecados fossem perdoados e purificados e pudéssemos estar limpos na presença do Pai. “Pai perdoa porque não sabem o que fazem”.
Agora que estamos limpos no sangue de Cristo, temos que aprender a perdoar, enquanto estamos presente aqui nesta vida terrena, terrível, ingrata, cheia de maldade, mas lembrando que nós não somos deste mundo. Que tudo isto vai passar e que breve estaremos juntos com o Pai.

Efésios. 4:32- Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.

Deus abençoe a todos.

 
 

VOCÊ ESTAVA LÁ?

O velho hino faz a pergunta comovente: "Você estava lá quando crucificaram o meu Senhor?" Sim, você estava lá representado no rosto e no coração dos que lá estavam. As pessoas não mudaram. Temos as mesmas atitudes e os mesmos alvos dos que viveram há 2 mil anos.

Havia, na crucificação e nos acontecimentos que nela culminaram, todo tipo de gente. Examinando essas pessoas mais cuidadosamente e examinando suas histórias talvez venhamos descobrir algo a nosso próprio respeito. A maior pergunta é: "Que aconteceu com essas pessoas depois da morte de Cristo? Será que essa morte as fez estremecer? Será que eles vieram aprender mais a respeito daquele que tinha morrido pelo pecado delas? Será que se tornaram discípulos?

Lá estava Malco, o servo do sumo sacerdote, que tinha acompanhado os soldados quando foram prender a Jesus. Ele mesmo já teve uma experiência assustadora e quase perdeu a cabeça. Será que ele usou a orelha nova que Jesus lhe devolveu para ouvir a palavra de Deus? Será que submeteu a sua vontade à vontade daquele que se submeteu à multidão enfurecida?

Lá estava Caifás e o Sinédrio, a corte suprema judaica. Bem antes de mandarem prender Jesus, eles haviam decidido que ele era culpado e o condenaram à morte. Há várias pessoas assim hoje, as quais se decidem sem levar em conta todos os fatos. Depois, quando têm uma visão total dos fatos, ainda os rejeitam. Será que alguém das autoridades deixou para trás o que era "politicamente correto" e veio a valorizar aquele que tinha condenado.

Falando do que é politicamente correto, que dizer de Pilatos? Parece que ele queria fazer o que era certo, mas simplesmente não conseguiu encontrar a coragem interior para nadar contra a opinião do povo. Eis um homem que sabia que devia fazer o bem e não o fez. Isso fez dele um pecador, e ele tem muitos companheiros nos dias de hoje. Depois que Jesus morreu, como será que Pilatos passou a ver os seus atos? Será que a esposa dele foi atrás de seu sonho e procurou saber mais do homem a quem o seu marido havia condenado à morte?

Barrabás quase foi crucificado. Havia três cruzes no monte aquele dia. Será que Barrabás olhou para trás? Será que ele olhou para a terceira cruz e disse: "Para lá eu teria ido senão fosse a graça de Deus"? Ele se beneficiou fisicamente com a crucificação de Cristo, mas será que também teve benefícios espirituais? Tenho uma mente questionadora, e gostaria de saber. Jesus morreu por Barrabás, apesar deste ser pecador. O mesmo ocorreu com todos nós.

Simão, o cireneu, estava apenas se ocupando de seus negócios quando foi envolvido no negócio sórdido da crucificação. A morte de Cristo interrompeu o seu programa e mudou os seus planos para aquele dia. Era de esperar que transformasse a sua vida. É exatamente para isso que serve a morte de Cristo. Você jamais será o mesmo depois que entrar na presença do Salvador crucificado.

Havia mais pessoas presentes naquele dia fatídico, santos e pecadores sob a sombra da cruz. Os autores dos evangelhos dão-nos uma vaga idéia sobre os personagens que desempenharam um papel naquele terrível acontecimento. Leia esses relatos e chore. Aprenda sobre o Senhor que o amou e torne-se seu seguidor. Busque o perdão dos pecados que você cometeu e que fizeram o bendito Filho de Deus suportar a agonia terrível da crucificação.

Espero sinceramente que os artigos que se seguem o façam reconhecer a Cristo e ao seu dom de amor indizível com um novo entendimento.

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese